You are currently browsing the category archive for the ‘Posts diversos’ category.

Lembro-me com muito carinho das minhas avós, hoje já residindo com o Senhor na Glória. Não consigo lembrar-me delas com cabelos pretos, ou seja, desde quando me entendo por gente, minhas avós já tinham carinha de avós mesmo!
Ao longo dos anos podemos acompanhar as limitações e as necessiadades que o peso da idade traziam sobre elas. Aos 60 e tantos já não podiam nos acompanhar a todos os eventos, pois muitos deles seriam por demais enfadonhos para elas. Aos 70, sair de carro já era não era opção, e sim necessidade básica, pois longas caminhadas já não eram mais suportadas. Aos 80 sair já não era opção, a não ser por motivo muito relevante. O risco de quedas (e elas aconteciam!) era iminente, e as complicações com a saúde já limitavam muito as atividades.

Os remédios ficavam sempre à mão. Logo ao entrarem na terceira idade, eles quase não eram contados, apenas um ou outro de uso contínuo. Com o passar dos anos aquelas caixinhas de remédio com divisões para os dias da semana se mostraram bastante úteis!

Mas qual a razão de estar terjiversando sobre minhas avós?  É porque a Mocidade Presbiteriana já tem idade de avó!  Setenta e cinco anos é uma marca bem característica da terceira-idade!!

Mas eu discordo de que a Mocidade seja uma avó! Para a UMP, os anos não passam!

Seus integrantes devem observar os conselhos de Eclesiastes:

“Alegra-te, jovem, na tua mocidade, e recreie-se o teu coração nos dias da tua mocidade, e anda pelos caminhos do teu coração, e pela vista dos teus olhos; sabe, porém, que por todas estas coisas te trará Deus a juízo.” Eclesiastes 11.9

“Lembra-te também do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais venhas a dizer: Não tenho neles contentamento” Eclesiastes 12.1

Mas para a UMP, os “maus dias” e os anos nos quais venhamos a dizer “não tenho neles prazer” não chegam.

A UMP se renova, e essa renovação é dada pela Graça de Deus. Essa Graça se expressa na vida e atuação dos unionistas, eles vêm, crescem, desenvolvem-se, amadurecem, e se vão para outras sociedades internas, mas o ciclo é mantido.

E de onde vem a força dessa juventude?

“No demais, irmãos meus, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder.” Efésios 6.10 “

O Apóstolo Paulo, pouco antes de descrever a armadura ideal para o cristão, recomenda que a nossa fonte de força seja o Senhor e Seu poder. Outras passagens também corroboram essa posição:

“Bem-aventurado o homem cuja força está em ti, em cujo coração estão os caminhos aplanados…” “…Vão indo de força em força; cada um deles em Sião aparece perante Deus”. Salmos 84.5 e 7

“Mas os que esperam no SENHOR renovarão as forças, subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; caminharão, e não se fatigarão.” Isaías 40.31

Essa força dada por Deus também está ao alcance dos mais jovens e dos menos jovens. A UCP e a UPA são a UMP do amanhã, a SAF e a UPH são a UMP do ontem. Por esse prisma, todos são a UMP. Pode parecer forçado. Mas prefiro ver como um privilégio a UMP estar no meio das outras quatro Sociedades Internas, as interações são mais diretas, as sinapses mais rápidas!

A Mocidade inspira cuidados, necessita de carinho, de ser tratada com o respeito e com a reverência que sua carreira exige.

Mas não está velha, não é uma anciã. Muito menos inválida, decrépita, caduca, senil e provecta! Estereótipos muitas vezes atribuídos aos idosos, mas que nem sempres traduzem seu estado de saúde e ânimo de viver.

Se a Mocidade fosse uma mulher, não daria lucro às empresas de cosméticos antiidade, pois a cada ano ela fica mais bela, acumula mais glórias, e é ornada de mais louros; conquistas que são frutos das bênçãos de Deus através daqueles que nela trabalham, por ela suam a camisa, independente da idade e condição social.

Honrar a UMP é uma forma de glorificar a Deus, razão principal de sua existência, aplicada ao acompanhamento da juventude.

Parabéns, Mocidade Presbiteriana! Continue sempre Alegre na Esperança, Forte na Fé, Dedicada no Amor, Unida no Trabalho.

Enos Moura Filho

cafecombiblia

E está no ar o blog do Café com Bíblia. Pra quem não conhece a iniciativa, vale a clicada.
São reuniãos semanais de jovens que querem conhecer mais sobre a Palavra de Deus.

http://cafecombiblia.wordpress.com/

Se tiver a oportunidade, veja no blog onde será o próximo encontro e compareça!

=D

Arrepiei!  =|

Puxa vida, quando escrevi o post sobre o “Cristo Redentor, maravilha do mundo?”, nunca imaginei que este pudesse repercutir tanto.
Não tenho tido muito tempo pra escrever posts relevantes ultimamente, e entre a divulgação de uma programação ou outra, a minha atividade no blog tem sido gerenciar comentários sobre o post supracitado.

Portanto, para tentar minimizar, e quem sabe encerrar (seria possível?) esta pendenga, colocarei aqui um último argumento do ponto de vista cristão-religioso, sem levar em conta o valor cultural-arquitetônico da obra, afinal este é um blog cristão.

Pois bem, todos católicos que por aqui passam e outros admiradores do Cristo Redentor, por favor, leiam este trecho da Bíblia registrado no livro de Atos, capítulo 17, em que o apóstolo Paulo se dirige aos atenienses:

22 ¶ E, estando Paulo no meio do Areópago, disse: Homens atenienses, em tudo vos vejo um tanto supersticiosos;
23 Porque, passando eu e vendo os vossos santuários, achei também um altar em que estava escrito: AO DEUS DESCONHECIDO. Esse, pois, que vós honrais, não o conhecendo, é o que eu vos anuncio.
24 O Deus que fez o mundo e tudo que nele há, sendo Senhor do céu e da terra, não habita em templos feitos por mãos de homens;
25 Nem tampouco é servido por mãos de homens, como que necessitando de alguma coisa; pois ele mesmo é quem dá a todos a vida, e a respiração, e todas as coisas;
26 E de um só sangue fez toda a geração dos homens, para habitar sobre toda a face da terra, determinando os tempos já dantes ordenados, e os limites da sua habitação;
27 Para que buscassem ao Senhor, se porventura, tateando, o pudessem achar; ainda que não está longe de cada um de nós;
28 Porque nele vivemos, e nos movemos, e existimos; como também alguns dos vossos poetas disseram: Pois somos também sua geração.
29 Sendo nós, pois, geração de Deus, não havemos de cuidar que a divindade seja semelhante ao ouro, ou à prata, ou à pedra esculpida por artifício e imaginação dos homens.
30 Mas Deus, não tendo em conta os tempos da ignorância, anuncia agora a todos os homens, e em todo o lugar, que se arrependam;
31 Porquanto tem determinado um dia em que com justiça há de julgar o mundo, por meio do homem que destinou; e disso deu certeza a todos, ressuscitando-o dentre os mortos.

Coloquei o trecho todo para contextualizar, mas poderia deixar apenas o versículo 29.

Bom, creio que não preciso falar muita coisa, tirem suas próprias conclusões. A palavra de Deus é muito clara, basta conhecê-la. Conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.
Só pra não passar batido, cremos que Jesus é divino, então o versículo se aplica à Ele “não havemos de cuidar que a divindade…“.
Logo, o Cristo Redentor que se encontra no Corcovado do Rio de Janeiro está desaprovado pela Bíblia.
Pode xingar, espernear, gritar a vontade. É a sua opinião contra a palavra de Deus. Eu fico com a segunda opção.

Beijo, me liga!

Que Deus nos ajude.
Felipe Cangussu

Aê meu povo, o Projeto UMP São Paulo está com um site novo muito bom, com muitas notícias e informações, mais bonito, enfim, dêem uma olhada por conta própria:

http://www.umpsaopaulo.com.br

Categorias

junho 2017
S T Q Q S S D
« maio    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Arquivos

Flickr UMP Vila Gerty

revista3

revista2

revista1

Mais fotos