“A felicidade que Deus destinou às suas criaturas superiores é a felicidade de estarem livres e voluntariamente unidas à Ele e uma às outras, num êxtase de amor e alegria […] Deus nos criou do mesmo modo como um homem inventa um motor. Ora, um automóvel feito para andar com gasolina não andará bem com nenhum outro combustível; e Deus projetou a máquina humana para andar à base Dele mesmo.Ele é o combustivel que o nosso espírito foi projetado para queimar, o alimento que fomos feitos para consumir; não há nenhum outro. É por isso que não adianta pedir a Deus que nos deixe ser felizes à nossa maneira, sem termos de nos preocupar com “religião”. Deus não pode nos dar uma felicidade e uma paz independente Dele, simplesmente porque não existem. Não há sucedâneos para ele.”
C. S. Lewis.
Anúncios